Login Form

Newsletter Module

Top Panel
domingo, 19 fevereiro 2017

A 35ª Edição da Volta ao Alentejo em Bicicleta tem ...
Mais
A Comissão de Festas em Honra de Nª. Srª. da ...
Mais
O Núcleo do Sporting Clube de Portugal da Granja, passou hoje de um ...
Mais
Prev Next

História

Muito pouco ou nada se sabe acerca dos primeiros povos que terão habitado esta freguesia. Em grande parte, este desconhecimento, deve-se ás constantes pilhagens de que foram vitima os arquivos documentais históricos dos templos desta freguesia, mais especificamente a Igreja de S. Brás e a Igreja da Misericórdia. Os saques frequentes por parte dos Espanhóis durante a Guerra da Restauração, no séc. XVII, contribuíram também para a falta de conhecimento em torno da origem desta freguesia.
 
 
No entanto, no Séc. XIII já existiam referências a uma Granja do Hospital, administrada pela ordem Religiosa dos Freires do Hospital. Esta teria-lhes sido doada, no sec. XIII, pelos reis de Leão e Castela, recebendo então essa designação.
 
 
Túlio Espanca, (Inventário Artístico de Portugal) defende que esta zona foi, primitivamente, habitada por povos do paleolítico e, mais tarde, por romanos e Árabes, que deixaram como legado duas pontes, que se erguiam sobre os rios Godelim e Alcarrache, e algumas chaminés mouriscas. No tempo da reconquista esta área sofreu vários ataques por parte das hostes cristãs lideradas por D. Afonso Henriques e Geraldo Sem Pavor.
 
 
No século XIV, a defesa da Granja do Hospital foi consignada aos Hospitalários de S. João de Acre, e já no século XVI á ordem de Avis. Ainda no século XIV foi edificado, no ponto mais alto da aldeia, um templo religioso, a Igreja de S. Brás, cujas proporções lhe dão uma visibilidade Privilegiada em relação aos demais edifícios.

Foto: António Pardal

Foto: António Pardal

 
Classifique este item
(2 votos)